sábado, 14 de agosto de 2010

Les Paul Chinesa


(Já que num post anterior vimos uma Epiphone chinesa, vou aproveitar o embalo):
Guitarra clone de Les Paul feita na China. Provavelmente no "turno da noite" de alguma fábrica que faz ou fez Epiphones. Teoricamente, é uma Epiphone. Eles até aproveitam esse "turno extra-oficial" para fazerem uma cópia com o headstock idêntico aos das Gibsons. Quando falamos de cópias chinesas, não existem garantias de que os materiais sejam realmente o que dizem ser. Ash pode ser SEN e Mogno pode ser Agathis. Ou pior, tudo pode ser qualquer madeira que esteja disponível no momento...

Comprei (2008) como "ponta de estoque" por 500 reais, pois ela tinha alguns leves arranhões na parte traseira e uma das tarraxas quebrada. A "marca" era "Boomer". O importador brasileiro comprou um lote de 30 ou 40 guitarras e escolheu o nome na hora... Corpo de mogno/maple (com câmaras ***) com medidas corretas, na média das LPs, braço estilo 60's de mogno e após uma boa limpeza e regulagem, a tocabilidade ficou excelente.
*** vide link mistério resolvido... :)


O hardware era bem ruim. Captadores cerâmicos, tarraxas ordinárias... Após confirmar que as madeiras eram, com 90% de certeza, mogno e maple, troquei tudo.

A foto abaixo mostra nitidamente o top de maple com o mogno por baixo. Dá prá perceber também uma pequena projeção do tendão (tenon) do braço, o que caracteriza essa junção como "intermediária" ou de "transição". (Para saber mais sobre esse assunto, vá para o início do blog)


Com o upgrade do harware, a guitarra ficou muito boa. Comparada com a Les Paul Gibson 1981, ela soa com um pouco menos de presença e corpo, provavelmente devido aos furos (e também à menor massa do braço). Essa alteração do timbre ocorre igualmente nas Gibsons com câmaras. Alguns guitarristas até preferem esse som um pouco mais leve e acústico, mas eu não abro mão da densidade do timbre de uma LP sólida. Assim, ela foi "armada" com um JB na ponte para aumentar seu poder de fogo... :)

Especificações:
Corpo: Mogno com furos (144!) de alívio de peso, top de maple. Cor: Preto fosco
Braço: Mogno, mais fino, estilo 60's
Escala: 25", Rosewood, Raio: 12". Nut: plastic
Tarraxas: Sperzel Locking Tuners
Captador Ponte: Seymour Duncan JB (SH-4) - 16,4K
Captador Braço: Seymour Duncan 59 (SH-1) - 7,43K
Pots e capacitor: Alpha, 500K, capacitores cerâmicos 0.022uf
Ponte: Tune-o-Matic Gotoh, Stop Tailpiece Gotoh de alumínio

Obs: Em 5/2011 troquei o Seymour Duncan 59 do braço pelo Rosar Heartbreaker II - na mesma linha de timbre, mas muito mais definido, vivo e dinâmico. O 59 foi pra gaveta... :)


Antes que perguntem: aquilo no headstock é um amuleto/talismã conhecido como "olho turco", que afasta inveja e mau-olhado. Não sou supersticioso, mas o ganhei de um amigo que esteve no Marrocos e ficou muito legal ali... :)

Enfim, é uma guitarra com madeiras razoáveis a boas (não, não imagino quantas emendas tem o mogno... :) ), bem construida, "garimpada" por apenas 500 reais. Após ser devidamente "tunada", transformou-se num ótimo instrumento.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Pauleira Guitars

Para minha grata surpresa, esse blog teve uma visitante ilustre: a luthier Paula Bifulco!
Quando comecei a me interessar pelo aspecto técnico da construção de guitarras, o blog dela foi quase uma "luz no fim do túnel". Um dos poucos, senão o único a mostrar, de forma clara, espirituosa e didática, o dia-a-dia de um luthier. Aprendi um monte (detalhes, macetes, técnicas...às vezes aprendia só olhando para as fotos dela toda cheia de "serragem" na oficina.... :) ) de coisas interessantes de luthieria, e recomendo, como link essencial, para qualquer guitarrista. Sou fã declarado da Paula!! :)
Isso sem falar que o site dela é um primor de design funcional e bom gosto visual. Com um conteúdo e um visual desses, ela merece todos os prêmios top blogs que já ganhou a ainda vai ganhar... :)
Link: http://www.pauleiraguitars.com/

Adoro o blog do Henry Ho ( http://henryho777.blogspot.com/ ), o Jaques Molina (um cara iluminado e meu guru nas horas mais difíceis, que precisa ter um blog rápido!!), mas a Paula nesse aspecto "didático" tá no topo da minha lista.

Ainda preciso perguntar pra ela por que raios escolheu o Cedro para fazer uma Les Paul customizada, mas a guitarra tá ficando linda e vale (muito) a pena acompanhar o processo.
Grande abraço, Paula!

PS: já que tô indicando links, tem dois blogs de amigos lá do fórum da GP que também são um "prato cheio" pra guitarristas: o do Tanaka: http://tanakaguitar.blogspot.com/  e do Gilmar: http://bandadogilmar.blogspot.com/
Todos blogs de padrão "FVGV" - "Fui, vi, gostei, viciei"... :)

Abraço pra todos! daqui a pouco eu volto com as minhas guitarras... :)