segunda-feira, 25 de abril de 2011

Jimmy Page: PAF ou T-Top?

      Como tem muito guitarrista fã do (som do) Jimmy Page, acho interessante saber que ele usou um famigerado Gibson T-Top a partir de 1972, no lugar de um raríssimo PAF com as duas bobinas brancas. Deveria, mas não vou falar da Les Paul "Nº 1" de Jimmy Page, uma burst 59 comprada do Joe Walsh em abril de 1969 por 500 dólares. Como ela teve (antes de Page) o braço lixado para ficar mais fino e no processo o número de série foi apagado, existem dúvidas quanto ao ano, mas atualmente a própria Gibson registra como 1959.
      Além disso, a famosa "fiação/wiring do Jimmy Page" só foi criada na década de 80, portanto, ele não gravou nenhum disco clássico com ela. Vamos ver então qual captador foi usado em cada disco (com exceção do Led I, gravado basicamente com a Telecaster Dragon)

      De abril de 1969 (portanto disponível no Led Zep II) até maio de 1972, a Les Paul Nº 1 tinha um PAF "double white" na ponte (o do braço aparentemente foi trocado por um PAF de 1960 após 2000):

O timbre desse PAF foi usado no Led Zeppelin II, III e IV. (Obs: curiosamente, o solo de Stairway To Heaven, o mais famoso de Page, do disco Led Zep IV, foi feito com a Telecaster)

Em maio de 1972, a guitarra é fotografada com um T-Top com capa na ponte. O último registro com o PAF branco é de fevereiro de 1972, na Austrália (foto colorida no canto inferior esquerdo da imagem acima). Na época, a lenda dos PAF ainda não existia e esse captador deve ter ido para o lixo...


      Então, todos os discos a partir de "Houses Of The Holy" (e o filme The Song Remains The Same) têm o som de um T-Top... Claro, ele tinha mais duas LP clássicas, mas sempre usou principalmente a Nº 1 nas gravações.

Interessante, existe uma enorme diferença de timbre entre um PAF:


e um T-Top:


Será que ele ignorou isso? Sabemos que alguns PAFs são ruins, mas não era o caso desse double white (vide os timbres das gravações) e os T-Tops são famosos pelos médios exagerados. Se bem que eles foram piorando de qualidade durante a década de 70. Eu tenho um T-Top de 1981 que é uma bela porcaria.

É importante acrescentar que, para quem acha que é necessário um captador mais potente, tipo o Seymour JB (16k)  pra tocar Led Zeppelin, tanto o PAF quanto o T-Top de 1972 eram captadores de baixa saída, entre 7 e 8k, no máximo 8,5k.
Na década de 90, o T-Top foi trocado por um Seymour Duncan exclusivo.

Concluindo, os melhores discos do Led foram gravados com uma LP burst 1959 e um par de PAFs com fiação original (50's wiring). Pra quem tá sempre à caça de timbres, é uma informação valiosa.

Se não fosse por esse excelente site sobre o Led Zeppelin, eu não saberia desses detalhes (imperdível): http://wholelottaled.webs.com/
Agora, vou ouvir - e comparar - os CDs....

17 comentários:

  1. Eu sou fãnzasso do Led, tenho tudo em vinil e comecei a tocar guitarra por causa do Page, mas veja só como são as coisas tenho 6 stratos, tive teles, semi-acústicas e num uma Les Paul sequer...
    ótimo post Jack!

    ResponderExcluir
  2. Jack,
    Em primeiro lugar, sou fã do Led desde criança, então já fiquei maluco lendo isto aqui... Também não tenho nenhuma LP justamente pelo preço, gostaria de comprar uma barata, aceito sugestões.
    Em segundo lugar, pra quem frequenta seu blog assiduamente, é muito legal vc estar postando mais! Obrigado!

    Abraço,
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  3. Tanaka, fiquei 25 anos sem Les Pauls. Me arrependo muito... :)

    ResponderExcluir
  4. Rodrigo, cada vez mais acredito que pra ter o som "verdadeiro" de uma Les Paul, as madeiras - ppte o mogno - são essenciais. Nenhuma guitarra barata tem madeiras decentes. A diferença de timbre, ressonância e qualidade geral da minha LP Gibson 81 e a LP chinesa é gritante. E a LP 81 é uma "Norlin"...
    Mas se realmente quiseres comprar um guitarra tipo LP, mais barata, a CR280 da nova série da Cort ou as ESP/LTD (a partir da EC400)são bem viáveis. As Epiphones, considerando o preço, acho que não valem a pena.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Ótimas Informações essas Paulo já tentei pesquisar sobre isso mas existe muita informação desencontrada pois o Jimmy fazia muitas experiências com seus equipos!

    Ele gostava de Stratos também pois no Documentário It Might Get Loud esse se diz apaixonado por sua Fender Sunbust hehehehe

    Valew mesmo!
    Abc!

    ResponderExcluir
  6. Putz, estou há 21 sem elas... Por várias vezes cheguei no quaaaase, mas na hora H refuguei... Vamos ver quando será a minha hora.

    Abraz!

    ResponderExcluir
  7. Paulo, no lik que coloquei no post tem uma seção somente das guitarras do Page - as stratos estão lá.... :) Difícil é saber onde e quando foram usadas nas gravações.

    Tanaka, "há males eu vêm pra bem": agora já estás muito mais apto para comprar uma LP. Já sabes as difreneças ente uma Standard com câmaras, Tradicional com furos e as top sólidas de mogno hondurenho. As chances de comprar uma não tão boa estão minimizadas. :)
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Finalmente consegui a minha LP Jack! Peguei uma Epiphone Joe Bonamassa! Sem câmaras, long tenon e burts bruckers!!

    ResponderExcluir
  9. Putz! Tanaka, tempos atrás postei no fórum que essa tem cara de ser a melhor Epiphone atualmente. É a única Epiphone que eu gostaria de ter... :)
    Parabéns, cara!

    ResponderExcluir
  10. Ouviu os CD's do Led? Você deveria procurar diferenças antes de saber que elas existem...Você estaria menos predisposto a encontrá-las, hehe.

    ResponderExcluir
  11. Cara, eu ouço Led desde os tempos do vinil... Meu primeiro comprei em 1976. Sempre gostei mais dos 3 primeiros discos. Justamente o Houses of The Holy me soou menos expressivo, mais "magro". E depois desse não gostei mais de nenhum... Coincidência?
    Quando comecei a entender um pouco mais da parte técnica do timbre, já tinha décadas de impressões formadas inconscientemente. E 90% delas têm se mostrado corretas.

    ResponderExcluir
  12. No site (wholalottaled) que vc indicou pra pesquisar é realmente bom? Pois ele diz que o Page tem uma LP GoldTop pancake ano 1969/70. Mas neste ano a Gibson nao fazia LP Standard, somente Custom. Pode ser uma Deluxe modificada talvez, mas pra um site com tantas explicaçoes como ele esqueceu este fato? Além disso o Page usava demais esta LP vermelha, usando inclusive em 2007, seria uma pancake mesmo? Nao sei Paulo, será que a fonte não é confiável?

    ResponderExcluir
  13. Rodrigo, a informação é precisa. É só checares as infos no "My Les Paul Forum"/ Norlin History:

    http://www.mylespaul.com/forums/norlin-years/38456-faq-norlin-history.html

    Mas observe que o texto inicia com "Believe to be"... Ou seja, não há certeza dos fatos.
    Mesmo assim, parece óbvio que é uma DeLuxe goldtop (1969: pancake e headstock grande - está correto), repintada e adaptada para humbuckers. Eles só não mencionaram isso, mas é uma conclusão clara - tanto que deduzistes a mesma coisa que eu: ela "SÓ PODE SER UMA DELUXE"... Não há menção da palavra "standard" porque é desnecessária - ela realmente só voltou com esse nome em 1974, com humbuckers padrão.

    Ainda acho o site fenomenal em relação às informações. Mas se descobrires algum furo adicional, me avise - esse papo é interessantíssimo. :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Paulo, o que vc acha de uma Gibson Deluxe 1969? Esta guitarra ainda é pré Norlin, corpo/mogno 1 peça, braço 3 peças(mas de mogno), sem volute. O único fora do padrão seria o trans-tenon (69 não é mais longtenon). Estou de olho em uma fora do Brasil. Acho que o mais proximo de uma 59/60 são as Custom Shop (minha opiniao), mas nao gosto de guitarras novas, só gosto de vintage. Achei a sua maravilhosa (81) mas to querendo mais velha. Minha segunda opçao seria uma pancake (70) dessa do Page. Eu sei, teria que trocar os mini-humbucker, mas ficaria um tempo com eles (minha idéia seria trocar por caps Throbak - conhece?). Desculpa tantas perguntas, mas sua opinião é importante. Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Uma Deluxe 69? Sinceramente? Acho fantástica! Ela ainda tinha muitas características vintage. Já à partir das pancake, não.
    O dilema seria mantê-la original com os mini-humb. ou transformá-la. Os Throbak são excelentes, mas poderias tentar conseguir uma par de Rolph's 57 ou 58.
    Rodrigo,
    Boa sorte e evise a gente quando tiveres a guitarra, por favor! :)

    ResponderExcluir
  16. Opa! Ótimo post como sempre! =)Só um detalhe para corrigir se quiser, aí diz que a Stairway to Heaven é do disco III, na verdade é do IV! hahahaha
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande André! :)
      Muito obrigado pela correção - e olha que eu tenho todos os discos do Led, inclusive em vinil! KKKK!
      Já fiz o update.

      Excluir

Antes de perguntar, faça uma pesquisa no campo "Pesquisar nesse blog".