terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Telecaster SX "American Alder" Tunada (Parte 2)

(obs: antes de fazer perguntas e ou postar comentários, leia aqui: CLIQUE)



(Continuação desse post - clique aqui)

          E não é que o som ficou ótimo? :)
Foi uma surpresa e tanto. Com certeza é o melhor madeiramento de SX que eu já vi. O timbre tá mais claro e até com um pouco mais de "twang" que a minha Fender 68.

          A parte que deu mais trabalho foi a furação através do corpo - que é essencial numa Telecaster. Esses furos normalmente são feitos sem o verniz, na madeira crua. Quando temos que fazê-los depois do verniz, é difícil não retirar lascas. Além disso, pra furar profundamente madeira, devemos usar uma furadeira de bancada. Se tentarmos com furadeira de mão, os furos ficam tortos do outro lado, porque a madeira modifica o trajeto da broca.
É um trabalho típico pra luthier, mas eu já havia errado feio em duas tentativas anteriores e resolvi tentar pela última vez :). Usei a minha Dremel com suporte/fixador e descobri um belo macete com lixa de "pedra" (carbureto de silício) pra evitar as lascas.

*ADENDO 2/11/12:
Segue o processo da furação, que tinha esquecido de acrescentar aqui:

Bem, obviamente não gosto de pontes vintage com 3 saddles (difícil entonação/afinação) e troquei por uma Gotoh Modern Tele - não ferrosa, moderna de 6 saddles. Com essa Gotoh, os 3 pontos de fixação eram os mesmos, então posicionei a nova ponte e marquei os 6 furos para passagem das cordas (lembrar que nessa guitarra a corda era presa por cima/top load, que não é muito legal em teles) e ter um autêntico "string through body". Esse processo de furação com a guitarra já com verniz é complicado e o ideal é fazê-lo com um luthier e furadeira de bancada, mas como eu já havia tentado isso duas vezes (a primeira ficou horrível e a segunda mais ou menos), achei que dessa vez acertaria. Protegi a superfície com fita e usei a Dremel com o acessório de fixação.


Mesmo com o suporte vertical da Dremel garantindo uma furação reta, existe o risco de a broca sair do outro lado arrancando lascas de madeira e/ou verniz. A primeira etapa fiz com uma broca bem fina para evitar esse problema. Em seguida - e é um truque que descobri sem querer - usei (na Dremel) pontas de carbureto de silício para delinear/retirar o verniz da área do furo. Após, foi só usar a broca mais grossa e colocar os "ferrules"/copinhos de metal que seguram as cordas na parte posterior. Um martelo de borracha e um pino de metal (usei uma chave de tensor) e tudo fica perfeito.

 

Ficou "profi", coisa de luthier. Sem lascas e quase perfeitamente simétricos. Veja:


O captador do braço é um Rosar Fullerton de strato (escudo GFS com cavidade para single de strato). O captador da ponte é um Rosar Custom - o mesmo que o Hot T mas com fio Enamel 42 AWG.
Tarraxas Grover Mini Rotomatics, ponte Gotoh.

É interessante observar que as pontes Gotoh "Modern" para Telecaster não apresentam metal ferroso, portanto elas são "não-magnéticas" (na verdade, latão/brass cromado). A maioria das pontes atuais sofre ação magnética.
Ambas modificam a sonoridade do captador da ponte de forma bem perceptível. É difícil saber qual captador soará melhor com qual ponte. O Rosar Hot T, que tem uma base ferrosa/magnética, soa excepcional em pontes não ferrosas. O fluxo magnético é mais concentrado e ele tem mais "punch" e estalo.


O braço tá legal, trastes me parecem jumbo e bem colocados e polidos. O raio é de 12" (escala mais reta - saiba mais aqui).
O único problema desses braços SX (com exceção do braço da strato SX de American Ash já postada) é que são meio "gordos". A pegada é "cheia". Os braços das Teles Fender nos primeiros anos (década de 50) eram parecidos com esse, mas eu prefiro braços mais finos como o da minha Tele 68, que é perfeito.
Poderia retirar um pouco dos ombros (veja esse post e o próximo a seguir pra saber mais), mas tá legal assim por enquanto. É questão de costume.

Enfim, foi uma grata surpresa essa SX de alder.
Excelente timbre! :)

Especificações
Corpo: Alder americano, aparentemente 2 peças, 3-Tone Sunburst. 42,5mm de espessura.
Braço: Maple, escala e braço em uma peça, formato em "C" gordo. Trastes Jumbo.
Escala: 251/2", Raio: 12"
Tarraxas: Grover Mini Rotomatics.
Captador Ponte: Rosar Hot T Custom com fio Enamel 42
Captador Braço: Rosar Fullerton Custom para Strato, com fio Formvar 42
Ponte: Gotoh Modern Tele (latão/brass - não magnetizável).
Pots e capacitor: B500K volume e A500K Tone, 0.047uF (polipropileno)

PS: Outro detalhe importante: existe uma diferença de cerca de 1,4cm entre as pontes "Vintage" e as "Modernas" (chinesas e squiers, geralmente) no local das furações para passagem das cordas. Nas modernas, com parafusos e saddles curtos, os furos são feitos mais na frente (em relação ao captador da ponte).


99 comentários:

  1. Muito bom! mais uma bela tunada!

    visualmente linda!

    Quando voce comprou o braço veio bom ou vc fez um fretwork ?

    Ficou bem legal, Mas acho que vc não deveria ter mexido na ponte,deviria ter deixado estilo Jim campilongo-que por sinal tem um som que me agrada muito,não vejo nada errado com as top-loaders...quem sabe vc resolve tunar mais uma dessas heim?kkkk

    ResponderExcluir
  2. Salve Dr.May!
    Estou quase convencido a comprar uma destas,me parece otima para tunar!
    Minha duvida é quanto as tarraxas,elas encaixaram direitinho ou tu teves que alargar os furos?
    Outra duvida é quanto ao braço,ele é "acetinado"?
    ahhh! esse escudo ficou show!

    ResponderExcluir
  3. Qual preço dessa ponte?Existe outra boa pra tunar mas que seja de por as cordas por tras sem precisar furar o corpo dela e colocar esses ferrolhos ?
    abçs

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, a guitarra ficou show. Depois conta pra gente o segredo da furação do corpo. Abraços,Fabiano

    ResponderExcluir
  5. Vc já usou algum captador da Guitar garage (aquele do solon) ??
    São bons? ?

    ResponderExcluir
  6. Paulo, qual é a sua opinião sobre HB na ponte da tele? Acha que vale alguma coisa ou que perde totalmente o sentido?

    ResponderExcluir
  7. Ficou linda, Paulo! O Sunburst com esse escudo ficou show, e o headstock refeito fechou tudo... Muito massa!

    ResponderExcluir
  8. Agora a pergunta de 1 milhão de reais :D

    Se fosse para escolher apenas uma entre essa Sx Tunada, a Clone da Fender 68, e a Tele Black Jack, qual das 3 teles vale mais a pena financeiramente e sonoramente falando.

    No mais, parabéns por mais essa guitarra, ficou show de bola.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Anônimos:
    Quando digo que não gosto do timbre de tele "top load", o primeiro que me vem à cabeça é o do Capilongo! kkkk! Mas gosto não se discute e pra quem gosta, essa SX é um trabalho (furar) a menos.

    Sobre as furação das tarraxas, tá no post anterior. O braço é envernizado.
    A ponte Gotoh tá por volta de 200-240 reais aqui no Brasil. Se gostar de top load, por que não manter essa ponte? Para um som ainda mais abafado/macio, é só comprar saddles de latão.

    TUDO que o Solon faz é top. Imagino que seus captadores não sejam menos que ótimos.

    Fabiano: fiz algumas fotos do processo. Depois eu posto as dicas :)

    Guilherme: HB na ponte pode até ficar legal, mas a alma/fama da telecaster é justamente seu som de single da ponte. A Tele é uma guitarra mais "seca", o que favorece o ataque dos singles. Um HB sempre soará melhor numa ressonante Les Paul do que numa Tele.

    Jou: Financeiramente, acho que todas se aproximam, com a SX algo mais econômica no total. Sonoramente - putz - todas são distintas e boas do seu jeito. O tipo de braço e escala é um fator determinante na sonoridade final - tanto quanto ou até mais que o corpo.
    A mais "estalada" é a SX, a clone tem mais presença/corpo e a Black Jack fica no meio das duas, kkk!
    Encomendei com o Sérgio Rosar um Vintage Hot T modificado que acho que vai ficar matador na clone 68.
    Ainda tô acertando os detalhes da sonoridade delas... Em 30 ou 60 dias me lembre novamente - talvez então tenha um veredito final :)

    ResponderExcluir
  10. Paulo
    Cara demais isso !!! me deu uma vontade de lhe imitar ,kkkk ,mas já estou com teles demais.!!!! falando nisso ,a tele baja ,tem um braço muito gordo !!!deve lembrar esse braço ai ,valeu !!!

    ResponderExcluir
  11. paulo
    Porque não gostas do timbre do Campilongo?


    qual vai ser sua proxima 'tunada'?hehehe

    ResponderExcluir
  12. Olá Paulo,

    A pouco tempo descobri seu blog e me surpreendi com o tanto de informação de qualidade. Parabéns! E parabéns também aos amigos que tem conhecimento de causa como tenho visto. Isso é muito legal!
    Paulo, eu moro no interior do Pr e a cidade com luthier de qualidade mais perto é Londrina que fica a 130km da minha cidade. Financeiramente, isso inviabiliza alguns serviços pelas viagens que tenho que fazer para levar meu instrumento até lá.
    Gostaria de uma ajuda sua ou de algum amigo que frequenta aqui:
    Tenho uma fender HW1 que comprei em Dez 2010. A um tempo atrás resolvi colocar 02 texas specials ( braço e meio - fender) meu sonho. Queria um captador mais forte na ponte e comprei um hot noiseless (jeff beck) e instalei junto. Enfim o problema! hehe Desculpe eu me alongar tanto.
    O potenciometro de volume quando abaixado até o 9 já perde muito o ganho e no 6 fica quase silencioso (não é gradual como eu gostaria). Gostaria que ficasse bem flexível ao ponto de poder baixar o ganho deixando o timbre limpo como acho q deveria ter sido depois da troca. Alguma dica??? OBS: nao mudei mais nada além dos capt.

    Obrigado pela atenção e pela paciência desde já. Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  13. Olá Paulo,

    Esqueci de mencionar um detalhe importante penso eu. Quando abaixo o volume da guitarra um pouco, ela perde muito o sustain e acaba cortando o som. Parecido como um pedal de noise gate mal regulado ou algo do tipo.

    Obrigadooo... T+

    ResponderExcluir
  14. Dirty Harry, posta essa duvida la no forum da guitar player que a galera com certeza ira te ajudar. Pelo q descreveu parece o comportamento padrao de pot logaritmo, talvez queira um pot linear p ter mais controle e nao essa queda brusca. Falamos sobre isso recentemente por la, alem disso Ja conferiu as soldas dessa troca de pickups?

    Jack, ficou realmente linda mais uma vez.

    Abraço

    Petri

    ResponderExcluir
  15. Petri: tiraste as palavras da minha boca. Atualmente a Fender usa pot linear (B) no volume, mas eu já vi Fender de vários períodos com pots logarítmicos (A). A possibilidade de soldagem errada ou contatos indesejados também existe.
    1) - Checar as ligações e soldas.
    2) - Se tudo ok, colocar um pot linear (B250k) novo.

    ResponderExcluir
  16. Jim Campilongo - excelente guitarrista, ótimo timbre de Tele, mas definitivamente, "top load" atenua demais o estalo clássico das teles.
    Observe nesse vídeo que o Campilongo palheta quase rente aos saddles quando busca o "estalo".
    http://www.youtube.com/watch?v=gHVG4kDurtY

    Na minha, tenho esse som (até melhor) palhetando no local "padrão". A tensão das top load e through body é diferente - a corda vibra diferente, o sustain é diferente. Não necessariamente melhor ou pior, diferente. :)
    Nada contra... :)

    ResponderExcluir
  17. ahh entendi,nunca tinha reparado no modo de palhetar do Campilongo.



    Qual será sua proxima guitarra a ser tunada?

    abçs

    ResponderExcluir
  18. Já era pra ter acabado essa estória de "tunagem" há umas duas guitarras atrás... :)
    Essa Tele SX foi uma exceção - se Deus quiaser - a última. :)

    ResponderExcluir
  19. Obrigado pelos esclarecimentos Jack.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  20. Eae Paulo, tudo bem ?
    Peguei a guitarra na Multisom hoje. Veio a certa :)
    SX American Alder, natural. Regulagem do tensor é lá "por baixo" (não sei como diz), capa dos caps e knobs pretas. Bem legal a guitarra. A pegada me agradou bastante. Gostei do braço "mais reto" e gordo. Agora vamos pensar nas modificações rsrs
    Paguei R$439 mesmo. Não sei se me deram o preço da SST 57/62, mas foi isso. Se quiser fazer mais uma tunagem de SX, o preço tá bom... rsrs
    Queria te agradecer pela ajuda que me deu e também pelos posts já feitos no blog, muito exclarecedores. Muito obrigado mesmo!

    Abração e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  21. Erick, tenho quase certeza que alguém se enganou e acabaste pagando o preço de uma SST 57/62 :) Essas "american" são um pouco mais caras.

    Quantas peças tem o corpo?

    Boa sorte na Tunagem! :)

    ResponderExcluir
  22. É, só se se enganaram mesmo. Pois é a American Alder - pelo menos todas as características indicam rsrs
    Ela tem 3 peças. Uma é bem central e as outras duas uma de cada lado. Tem uma parte bem na pontinha de baixo - perto do jack - que me perece uma pequena emenda também. Não tenho certeza se é, mas se for, é pequena e bem na ponta.
    Aí ela: http://imageshack.us/photo/my-images/823/sam080200.jpg/
    OBS.: A parte dos captadores e knobs pretos foram a primeira coisa a voar dali rsrs

    Eles te venderam a Tele com o preço errado também né ?
    Se sim, pelo jeito o pessoal da Multisom está fazendo confusão com essa nova linha "American Alder"... Melhor pra nós :)

    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Olá Paulo e Petri,

    Vou chegar as soldas na próxima troca de cordas para facilitar e ver qual é o tipo de pot. Vi qdo instalei os pick ups mas agora num lembro.
    Vou me cadastrar no forum da GP. Apesar de assinante da revista ainda não faço parte do forum.
    Obrigado a vcs, Paulo e Petri, pelas dicas!
    Andei olhando as tunagens q vc tem feito e são incríveis!!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  24. Legal o post, agora sobre a ponte não ferrosa da Gotoh e captação: "Vivendo e aprendendo"
    Recentemente "paguei pra ver" por um braço de telecaster por +- U$ 9,00 no DHGate. Se for leal eu monto uma Tele e a culpa do GAS será sua por tantas Tele legais instigando a galera... rsrsrs, se for ruim eu passo pra frente e quem sabe consigo um $$ ou uma troca.

    ResponderExcluir
  25. Fconde, depois conte pra gente como rolou o processo de compra na DHGate.
    Acho que 95% do pessoal que entra nesse site tipo Mercado Livre da China fica louco pra comprar mas tem medo do calote... :

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu sou um desses e só arrisquei pq o valor era baixo e seria um ótimo item para avaliar a qualidade de construção.
      O engraçado que depois de fechar a compra fiquei sabendo que meu tio estava a fim de comprar uma LP Gibson de lá, e essa semana estive com ele e comentou fechou a compra... agora é só esperar.
      A dele deve chegar 1º pois recebi um e-mail do vendedor perguntando se aceitava um novo prazo para envio(03/03/2012)... aceitei pq não tinha outro nessa faixa de preço e por U$ eu não fico + pobre se tomar calote.

      Excluir
  26. :)
    Agora vais ter que contar se a tua e a do teu tio deram certo! :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O braço que encomendei só deve chegar no final de Abril ou começo de Maio, já a guitarra do meu tio em Março deve estar chegando por ai.
      Mas assim que tiver novidades eu passo aqui pra comentar.

      Excluir
    2. Paulo como pediu e prometi aqui vai um breve "review" da Gibson Chinesa.

      A guitarra e realmente uma cópia descarada, com direito a adesivos "Original Gibson USA", mas analisando com calma encontramos alguns pontos que entregam sua origem asiática.

      Braço: Bem acabado e confortável,para outros...eu estranhei pois estou acostumado com minha GX GG1 que tem o braço "gordo" e foi o que até hj melhor me adaptei por ter virado "guitarrista" a pouco tempo (Tocava Violão)e ter a mão exageradamente grande, Head estilo Gibson com assinatura "Les Paul" e o verso o serial e Gibson USA gravados em baixo relevo, meio estranho pois a madeira fica a mostra e dá um grande contraste com o preto e aquele mogno asiático claro.

      Marcação Escala: Escala perfeita trastes grandes, polidos e bem instalados, não necessitaram de alinhamento ou retifica, a marcação de trapézio em madre-perola sem marcas de Cola... agora a marcação lateral deixa a desejar, aqueles "dots" estavam desalinhados principalmente no fim do braço quase rente o corpo, na 12º casa então muito inclinados.

      Corpo: Ele optou pela preta então fica mais difícil dizer se é inteiriço ou se tem emendas eu aposto que não pois não vi nenhuma marca na madeira indicando isso e os vendedores da DHGate vendem guitarras inacabadas e todas o corpo é inteiriço, quanto a madeira fica difícil afirmar mas deve ser Nato(Mogno Asiático). A junção do corpo e braço conf. informações do próprio luthier dele estava Ok.

      Ferragens: Cromadas sem defeitos, estavam perfeitas... as tarraxas são estilo vintage Kluson Tulipa, gravado o nome Gibson no verso, são boas e não comprometem em nada e vão ficar sem problemas.

      Captação: Não vi a guitarra com captação original mas segundo ele são boas e na etiqueta diziam ser Gibson Alnico mas pude ver que estavam gravadas como Epiphone, mas ainda duvido que sejam originais... o metal de baixo muuito amarelo e a solda do aterramento do cover com a carcaça muito mau feita.

      Elétrica: Ponto negativo, as soldas são terríveis, inclusive um "pot" de volume estava com mau contato e teve de ser refeito.

      Acabamento: Pintura sem detalhes muito boa, só não gostei muito dos frisos pq em partes estão branquinhos e em outras meio amarelados.

      Som: Não posso falar muito pq meu contato com ela foi de +- 40 mim. já com a captação trocada mas achei muito boa com um sustain.

      Resumo: Apesar dos problemas encontrados ainda achei uma boa compra pelo valor final(+- R$ 900,00 com impostos). Inclusive achei superior as Epiphones já que são feitas com várias emendas.

      Bom é isso, desculpe se exagerai no tamanho do texto, quanto ao braço de tele vou ficar devendo pois ainda estou aguardando, mas já tinha dito que ia demorar um pouco mais.

      Excluir
    3. Muito bom, Fconde! :)
      Esse tipo de relato é importantíssimo - Muita gente tem interesse em informações precisas sobre essas cópias chinesas.
      Só de saber que chegou já é interessante :)
      Tens alguma foto dela? Se conseguires mais detalhes e fotos, eu gostaria de postar sobre isso.
      Abraço!

      Excluir
    4. Paulo falei com ele e vamos tirar umas fotos dela, assim que puder mando um comentário avisando, ai é só clicar no meu nome e me mandar um e-mail que te respondo com o link (Flickr ou Picasa) pra vc baixar as imagens.
      Ele comentou alguns detalhes a mais sobre a instalação do Tailpeice... parece que erraram a furação em +-2mm, corrigiram com um excerto de madeira a cavidade dos pivôs então refizeram a furação e colocaram uma arruela para disfarçar o erro e fazer o acabamento.

      Excluir
    5. Muito interessante. Fotos desses "detalhes" seriam esclarecedoras :)

      Excluir
    6. Paulo, já estou com as fotos.. publiquei no álbum do Flickr, com comentários sobre cada uma e também coloquei uma pasta zipada no 4Shared com qualidade alta, clique no meu Nick dos comentários e me mande um e-mail, assim posso responder e passar o link.

      Excluir
  27. Olá Paulo!
    Descobri seu blog ontém e por coincidencia tenho uma tele da sx praticamente igual a sua. Porém, o braço dele possui o tensor no headstock, diferente da sua. Coloquei nela um kit de captadores fender vintage e tarrachas fender lock tuners. Ficou muito legal. Apesar do meu Luthier de confiança querer me tirar de cabeça, está nos meus planos trocar a ponte para um modelo thru body, como a sua. Procurei nos sites e não encontrei esse modelo da gotoh em nenhum lugar. Você sabe me indicar onde achar?

    ResponderExcluir
  28. Vagner, é realmente difícil conseguir essa ponte por aqui.
    Tem nessa loja:
    http://www.imsinstrumentos.com.br/produto/2094975/Ponte-Gotoh-GTC201-C--Telecaster
    Mas tá meio cara.
    Há a opção de um modelo semelhante, da Condor Parts, que é de metal ferroso e não de latão cromado como a Gotoh.
    Como falei, ambas têm sua própria sonoridade. Eu tenho essa ponte da Condor em duas Teles e o som é muito bom também.
    Podes encontrá-la no ML, na Phantasmo Guitar Parts:
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-221278297-ponte-para-guitarra-telecaster-com-abertura-para-single-_JM
    O vendedor é de confiança - já comprei com ele várias vezes.

    ResponderExcluir
  29. Grande Paulo,
    Há tempos acompanho seu blog. Gosto muito de seu trabalho.
    Agora tenho uma dúvida: onde posso encontrar esses captadores que você utilizou neste Tele?

    Abraço, Marco Aurélio

    ResponderExcluir
  30. Obrigado, Marco.
    Um dos melhores, se não o melhor captador de Tele que já toquei, é o Rosar Vintage Hot (não é tão hot assim, tem 7,2k):
    http://www.sergiorosar.com/telecaster/singlecoil/vintagehott.php
    Pode ser encontrado nas revendoras pelo Brasil, mas na JR Guitar Parts tem pra pronta entrega e os preços são excelentes.
    Além do suporte do Jr. - especialista em captadores! :)
    http://www.jrguitarparts.com/telecaster-single-coil/vintage-hot-t-para-telecaster.html

    Obs: A demo do vídeo é com a minha Telecaster 68 e o Vintage Hot. Twang na veia! :)

    ResponderExcluir
  31. Paulo, obrigado pela resposta!
    Estamos no aguardo do post sobre a furação da ponte!
    Sou totalmente cru nesse quesito de luthieria e seu blog está me incentivando, rs..!
    Parabêns pelo trabalho e pelo blog!

    ResponderExcluir
  32. Obrigado, Vagner :)
    Pretendo postar em breve sobre pontes de tele e vou incluir umas dicas pra fazer a furaçao.

    ResponderExcluir
  33. Olá Paulo

    Primeiramente gostaria de dizer que este teu site é demais, to aprendendo muito, coisas que eu nem imaginava, informações novas e interessantes. Embora não tenha muito a ver com o post, gostaria de te perguntar uma coisa: Na faixa de 1.500,00 reais o que temos de bom no mercado em termos de strato, tele e Les Paul? Vale a pena comprar guitarras de sites americanos como o www.musiciansfriend.com e o www.music123.com, visto que a diferença de preços para o mercado brasileiro é absurda, mesmo pagando a taxa de importação? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Zeca.
      1.500 reais no Brasil? Strato, com certeza a Squier Vintage Vibe. A Squier Tele Classic Vintage Vibe 50's é de Pinus, por isso a ideal é a versão Custom dessa, de alder.
      Mas essa SX que eu comprei tem um excelente corpo de alder e braço/escala de uma peça de maple (dá pra redesenhar o headstock). Com tunagem completa não passa de 1300...
      Les Paul por 1500 fica complicado, mas podes tentar achar alguma da marca "Vintage" ou mesmo uma razoável Epiphone usada.
      Sim, dá pra comprar lá fora e pagar os impostos, mas é uma incomodação e sempre há o risco de acidentes/estragos durante o transporte.

      Excluir
    2. Obrigado Paulo. E tu achas que vale a pena se eu conseguir uma fender mexicana nesta faixa de preço (fronteira uruguai), ou mesmo assim compro uma strato da squier?

      Excluir
    3. Se for a Fender "Standard" mexicana, tenho 99% de certeza que a Squier Classic Vibe é melhor - e mais barata :)
      Dois amigos meus que conhecem muito bem guitarras elogiaram muito essa Classic Vibe. Um deles até considerou-a melhor que sua Fender American... :)
      A única coisa que precisa trocar nela é o bloco da ponte.

      Excluir
    4. Paulo, boa noite. Esse upgrade na Classic Vibe 50 (Alder) é realmente necessário? Ela vem com aqueles blocos chines de formato estranho? Acabei de comprar uma por R$ 1.4k, chega na sexta.

      Abs! Léo

      Excluir
    5. Leo, quase não encontrei essa pergunta... Qdo fica no meio de outras levo um tempão pra achar - dá próxima vez entre como pergunta nova no final, ok?

      Até onde eu sei e todas as que eu vi até agora têm aquele bloco pequeno e sem massa, de zinco - uma coisa sem lógica, pois o restante da guitarra é muito bom.

      Um bloco Manara custa apenas 130 reais e é o melhor upgrade nessa guitarra

      Excluir
  34. TENHO UMA TELECASTER SHELTER CALIFORNIA, QUASE NÃO ENCONTRO INFORMAÇÃO SOBRE ELA. O TIPO DO BRAÇO DAS MADEIRAS, VC SABE ME DIZER? TENHO ALGUMAS FOTOS DELA. GOSTEI MUITO DO BLOG, ATÉ ANDEI VENDO UMAS DICAS DE BRAÇO E TAL, ESTAVA ATÉ DESANIMADO COM O BRAÇO DA MINHA, TALVEZ COMPRO OUTRO OU VOU FAZER O QUE VC ENSINOU, LIXAR OS "OMBROS" DA UMA OLHADA E QUALQUER COISA DEIXE UM COMENTÁRIO VOU FICAR FELIZ! ABRAÇO!

    https://picasaweb.google.com/109091963345310088060/TELECASTERSHELTERCALIFORNIA#5735165486873061874

    https://picasaweb.google.com/109091963345310088060/TELECASTERSHELTERCALIFORNIA#5735165577601664898

    https://picasaweb.google.com/109091963345310088060/TELECASTERSHELTERCALIFORNIA#5735165597861597362

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tentaste o SAC da HABRO?
      http://habro.com.br/sites/shelter/sac.asp
      Provavelmente saiu de linha e só eles podem dar maiores informações.
      A madeira do corpo é provavelmente chinesa e pode até ser boa ou razoável. A linha California Shelter geralmente tem corpo de basswood, mas o aspecto nas fotos não é dessa madeira. Pode ser "Sen", um tipo de ash oriental (tem cheiro ruim).
      Mas o importante é se gostas do som dela. Se positivo e o braço tá meio "gordo", uma boa lixada pode resolver teu problema :)
      Boa sorte!

      Excluir
  35. Obrigado, a madeira não tem mal cheiro não o braço parece ser maple, vou postar um video com timbre dela depois, entrei no site que vc indicou mas la não tem mais ela.
    Com relação ao braço, regulei o tensor dela e ficou legal, o que eu gostaria de saber é como fazer pra furar ela pra passar as cordas pelo corpo, tem alguma dica pra fazer? muito obrigado pela atenção, muito bom seu blog!!

    ResponderExcluir
  36. Marquinhos, a primeira e segunda vez que tentei, ficou horrível. Na primeira a ponte inclusive ficou torta... :)
    Não é um trabalho muito simples porque exige algumas medições bem feitas pra posicionar a ponte e os furos, além da manha pra furar... :)
    Podes arriscar, mas recomendo fazeres num luthier. Não é um serviço caro. Ele localiza o ponto dos furos e faz a furação (acompanhe o trabalho, se possível). O resto tu finalizas.

    ResponderExcluir
  37. È vou procurar um Luthier kkkk, cara tirei a parafina do captador do braço, um vintage plus da malagoli, pra que serve tanta parafina? kkk e outra pensei que ia conseguir um timbre mais de strato no braço e não ficou como eu esperava, agora estou querendo colocar a latinha de novo... tenho que parafinar? ou não interfere em nada? vc tem Facebook cara? valeu!!!!

    ResponderExcluir
  38. É, parafina demais às vezes:)
    Não te esqueça que a capa metálica precisa ter contato com o fio terra do captador, senão é ruído na certa.
    Para recolocá-la firme de forma caseira e evitar microfonias e ruídos, vire a capa de cabeça pra baixo e pingue algumas gotas de vela derretida. Ainda quente, prenda-a no captador, com pressão. Ainda é bom dar uma rápida aquecida posterior no topo da capa (60-70 graus) pra derreter e espalhar um pouco mais a parafina da vela. Assim a capa ficabem presa e não oscila.

    ResponderExcluir
  39. Paulo, to com uma sx telecaster "american alder" pra tunar tbm. Comprei ela zero, mudar os trastes pra dunlop do mesmo tamanho vai melhorar o timbre ou posso deixar e colocar só nut de osso mesmo? parabéns pelo trabalho, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os trastes da minha são medium jumbo e bons. Acho a troca desnecessária. Já um nut de osso sempre é melhor do que plástico...

      Excluir
    2. brigado pela atenção amigo, sou fã do seu blog e do seu trabalho. se começar a fazer serviços de luthieria me avise, vou virar cliente numero 1! kkkkkk.. abraço!

      Excluir
  40. paulo, tirando a sx e a condor quais outras marcas fazem guitarras em alder e ash bons para tunar? a squier tem algum modelo especifico em alder "puro"? abrç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que só a marca "Vintage" (inglesa, mas feita na china).
      As Squier Affinity teoricamente são de alder, mas no site da Squier há uma menção que pode haver partes de Agathis - daí não dá.
      E tenho dúvidas se esse alder é americano mesmo...

      Excluir
  41. Então tá sobrando um braço, pra um corpo de Tele? Tem no Mercado Livre, pra acabar de vez com o "tunning" de guitarra, heheheh
    http://bit.ly/LVcbVX

    Abraços ;)

    Phil Santos.

    ResponderExcluir
  42. Paulo, preciso da sua ajuda urgente
    preciso de uma guitarra com clean percussivo sem graves embolado, bem puxado pro som de tele mesmo, só que to com pena de vender minha epiphone custom koreana pra fazer isso. Existe um upgrade pra que abra mais os agudos do corpo em mogno? ouvi falar que ponte e cordal de aluminio melhora muito, isso é real? preciso tbm de um captador single puxado pro médio/agudo com no maximo 6,0k de saida no braço, daria certo adaptar single de strato? se eu fizer a furação do corpo pra passar as cordas ajuda no timbre percussivo? me perdoe por tantas perguntas, vc é a minha ultima chance.. parabéns pelo trabalho, sou fã e aprendo muito aki no blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falas de uma Epi Custom Les Paul? Tirar som percussivo de strato/tele em Les Pauls é uma tarefa complicada e nem sei se vale a pena, porque vai contra a própria natureza de uma Les Paul.
      Cordal de alumínio realmente deixa o som um pouco mais aberto e magro, mas a opção ideal seria colocar um captador single no braço, de preferencia um P90 em formato de humbucker, pra não desfigurar a Lespa.
      Se essa custom tiver tampo de maple (algumas têm, outras não), pode até estalar com um P90, mas só vais saber tentando. Por questão de custo/benefício, recomendo os caps "Mean 90" da GFS:
      http://store.guitarfetish.com/Mean-90-Alnico-TRUE-P90-in-a-humbucker-Case-Nickel-Finish-_c_98.html
      Ou a versão da GFS dos Dynasonic, o "Surf 90", que têm uma sonoridade bem similar a um single comum:
      http://store.guitarfetish.com/GFS-Surf-90-Alnico-II-Rockabilly-Pickups_c_259.html
      São baratos e muito bons. Eu coloquei um par de Mean 90 na minha KX Custom e tô gostando bastante. O som da ponte lembra muito o de uma Telecaster.
      Vide:
      http://guitarra99.blogspot.com.br/2011/12/cort-kx5-e-kx-custom-update.html
      Boa sorte! :)

      Excluir
  43. intendi, acho que não vou conseguir o timbre q to pensando fazendo isso. to pensando em mandar fazer uma copia da Gibson ES335 com corpo em alder, braço em maple com escala em rosewood. será que assim da certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alder não é comumente usado para guitaras acústicas e semi acústicas. E com uma ES335 vais ficar quase na mesma praia da Les Paul.
      Tens alguma coisa contras as stratos? Clean percussivo é o forte delas.

      Excluir
  44. Paulo, estou prestes a fazer o mesmo que vc e comprar essa tele em american alder da sx, inclusive estou com medo pois já está difícil achar por aí, tenho pra mim q a sx não está mais fazendo. Me diz uma coisa tunando legal q nem vc fez fica profissional a bichinha? Fica muito longe me termos de timbre de uma fender americana? Será que não é melhor eu pegar uma daquelas vintage v52?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Anderson, fica muito boa - excelente até, mas a Vintage também tem boas referências e como a marca é da Wilkinson, precisa de menos (ou até nenhuma) tunagem.
      Acho que aí é questão de fazer as contas e ver o que fica mais barato :)

      Excluir
    2. Fala Paulo, comprei a Sx mesmo, pelo fato de poder tunar como eu quero, as Vintage já vêm meio prontas e são mais caras. Não dei a sorte de pegar uma só com 2 madeiras no corpo, acabei pegando com 5... na verdade 1 não conta pq ficou bem na pontinha, não faz diferença. Mas mesmo assim é bem bonitinha.

      Não me importo com braço gordo depois de tanto tempo tocando Les Paul ehhe. Achei o braço o ponto forte dela inclusive trastes bem colocados, etc...

      Apesar dos captadores serem ruins (principalmente o do braço... o da ponte até q dá pra aturar) da prater a sensação do timbre do alder da guitarra; mais aveludado em relação ao ash, com mais médios e menos agressivo nos graves e agudos... e com twang também, apesar da ponte top loader.

      Vamos ver como vai ficar com os upgrades. Não tenho grana pra trocar agora tudo o que eu quero, minha mulher já está reclamando. Então tenho que organizar prioridades. Acho que trocar o nut, captadores e ponte e furação do corpo é o mais urgente. Potenciômetros, chave seletora e tarrachas podem esperar um pouco mais. O q vc acha?

      Excluir
    3. Anderson, o nut da minha é bem razoável. Deixaria isso por último. Captadores em primeiro plano, depois a furação para o through body das cordas.

      Atenção para a a troca da ponte. As Gotoh não batem com essa furação (fixação). Algumas genéricas (Condor, por exemplo) devem caber sem precisar alterar os furos de fixação.
      Se quiseres manter essa ponte e só fazer os furos das cordas, observe que ela já tem pequenos furos para uma eventual passagem de cordas por baixo. Talvez só precises alargar os furos da 5ª e 6ª cordas.

      Excluir
    4. Puxa vida é isso mesmo!! Levei no luthier que eu sou cliente e ele me recomendou deixar aquela ponte mesmo. O nut ele falou que estava razoável, bem duro, só lubrificar pra não desafinar. E falou pra trocar os captadores e os potenciometros. Ele só disse que precisava nivelar os trastes tb.

      Com relação à madeira ele elogiou, falou que era boa, apesar das 5 peças. Inclusive, a peça central não é alder, ele tem quase certeza que é um swamp ash, eh mole!!! Por outro lado, a espessura do corpo veio com 45 mm, mesmo padrão da fender. Essas guitas chinesas realmente não têm muito padrão mesmo, é dar tiro no escuro mesmo, pode ter sorte ou azar.

      Na opinião dele ele achou o timbre um pouco duro e grave demais, mas tb com aqueles captadores né... a sua era assim também com os captadores originais?

      Resumindo os serviços dele seriam: regulagem, troca dos dois captadores e potenciometros, furação do corpo e nivelamento de trastes.

      Excluir
  45. Lendo o relato do Anderson da SX Natural American Alder com Swamp Ash misturado, fico ainda com mais dúvidas se a peça central da minha SST62 é basswood. Só polindo tudo pra ter certeza, mas acho que vou continuar com a dúvida:

    http://imageshack.us/a/img687/295/sxbody.jpg

    ResponderExcluir
  46. Rogério, todas as guitarras e baixos de ash americano da Sx que eu vi tinham no máximo 42mm espessura. Acho que a fonte deles só deve ter essa espessura. Já o american alder dos corpos é de 45mm, duas a 4 peças. O alder americano tem muitas variações de padrão, geralmente mais liso, com pouca figuração mas às vezes com estrias tão evidentes que parece ash. Já vi alder clarinho e quase sem estrias, muito semelhante ao basswood (pra diferenciar, é só checar a dureza - o basswood é quase macio, como o marupá.

    Já o ash é mais típico: sempre com estrias fortes e pontos de curvatura agudos.
    A foto tá pequena e tem pouca área descoberta. Se ao vivo já é difícil avaliar, imagine na foto... :)

    ResponderExcluir
  47. Paulo, mais uma curiosidade. Se vc colocou single coils porque instalou pots de 500k ao invés de 250k? Pode explicar melhor a lógica? É que vou a miami daqui a 2 semanas e comprarei todas as peças da tunagem por lá. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anderson, esse detalhe será um dos próximos tópicos. Enquanto isso, leia aqui:
      http://www.guitarplayer.com.br/forum/index.php?/topic/1871-algum-guitarrista-canhoto-por-aqui-alem-do-andre/page__view__findpost__p__31241

      Excluir
    2. Valeu então, aguardarei ansiosamente.

      Paulo como vou pra miami, estou pensando em comprar uns seymour duncans que sairiam bem em conta. Seriam o srt-1 e stl-1b(broadcaster). Mas tenho uma dúvidas:

      1) Como vc compararia o timbre desse aí com os do rosar que vc gosta tanto?

      2) Outra opção pra ponte seria o stl-1 vintage 54, mas tenho medo de ele ficar estridente demais, já que tem menos médios e mais agudos que o broadcaster. Mas estou meio bolado, pq como esses pickups vintage foram feitos pensando em teles de ash, será que o 54 não casaria melhor com o alder que é naturalmente mais equilibrado que o ash?

      Se puder me ajudar mais uma vez ehehe. Desculpa aí a perturbação. Abraço.

      Excluir
    3. Anderson, testei um ou dois SD para a minha Tele no final dos anos 90 e não gostei de nenhum. Idem para um jogo de singles strato em 2003. Não gosto do JB, do 59 e mal e mal do Hotrail... :)
      Portanto não sou o cara pra falar de Seymours. Pergunte para o Júnior:
      http://www.jrguitarparts.com/
      Ele tem bastante experiência com esses caps.

      PS: Nada contra os SD, sei que existem fantásticos, mas pessoalmente acho que tive azar.

      Excluir
  48. Fala Paulo,blz.Então,eu vou comprar minha primeira guitarra(já toco violão a um tempo),e queria saber se essa linha da SX(American Alder)é uma boa.Eu estava pensando na strato n na tele,e ai vc me recomenda?

    Obs:Além dela vou qrer comprar um amp de baixa potencia mas com som bom,me recomenda algum?

    Abraços,João!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o próprio post já diz tudo, não? Excelente custo-benefício.

      Amp - tente achar o Micro Terror, da Orange. Deve estar chegando no Brasil

      Excluir
    2. Po valeu msm,vou dar uma olhada nesse amp ai.
      Abraços,João!

      Excluir
  49. Paulo, estou com uma CT-10 da Condor e tenho planos de fazer "furações" na parte posterior do corpo da guitarra para passagem das cordas assim como você fez. Gostaria de saber como evitar o deslise da furadeira no momento em que eu estiver fazendo o serviço, devo utilizar um gabarito de madeira, para criar uma extensão a fim de evitar o deslisamento da broca?...outra coisa, onde posso adquirir esses "ferrules"/copinhos de metal ou se posso substituir por outra peça?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe, recomendo veementemente que faças isso com um luthier, caso não tenhas uma furadeira de bancada. Nas 6 vezes que fiz isso, mesmo com cuidado, errei em 4!
      Ferrules - geralmente encontras no ML, entre 25 e 40 reais.

      Excluir
    2. Entendi Paulo, de qualquer forma obrigado!...pelo menos os ferrules dá pra providenciar. Valeu!

      Excluir
  50. Estou pensando em comprar uma dessas, colocar um Hot Rails pra tele na ponte, com os capacitores de 500k e fazer string through body também, nada além disso. Acha uma boa? Tenho uma EC-330 da LTD, da qual vou colocar um EMG81 na ponte, ai gostaria de uma outra guitar mais "Suave".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais suave e clássico seria um single na ponte. Mas os hotrails nas teles geralmente soam bem.

      Excluir
    2. Obrigado cara! Você é fera! (:

      Excluir
  51. Amigo adoro seu blog ta de parabéns !!!!!!

    gostaria de saber se é possível por um braço de strato 21 trastes nessa sx?

    queria fazer isso na minha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Eric.
      É possível sim, mas dependerá das dimensões do ponto de encaixe (tróculo). Se bem me lembro, essa SX tem, como a maioria da guitarrras chinesas, um tróculo cerca de 2mm mais largo que o oficial da Fender, então um braço "Fender" oficial ficará meio frouxo... Dá pra prender, mas não é o ideal.

      Às vezes é necessário lixar alguma coisa, ou o tróculo ou o braço - não há como ter certeza antes, ppte se braço e corpo forem chineses.

      Excluir
  52. Blz Paulo,, estou finalizando minha tele, agora no processo de colocaçäo da ponte... você sabe me dizer como posso medir ou se exista alguma forma de medir o local exato que vou furar para parafusar a minha ponte? comprei uma Ponte Squier Tele, obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A posição da ponte dependerá da escala, Márcio. Ele deve ficar absolutamente centrada em relação ao braço e obedecer certas regras matemáticas. Particularmente, acho muito difícil essa parte e sempre envio para um luthier.

      Excluir
    2. Ok Paulo Vlw... eu peguei um esquema de um luthier, mede-se do nut ao 12* traste (contando do 1* traste o 12*) e do 12* ao ponto de apoio (Carrinho da ponte), eu tenho outras guitarras aqui e fiz essa mediçäo, dá o meio certinho ( 8* oitava ),,, testei numa ibanez prestige, achei confiável vou tentar pra ver o que dá rsss.. abraço

      Excluir
    3. Claro, eu sei disso. Mas na minha opinião é como tentar fazer uma cirurgia só lendo as orientações de um livro... :) Sem experiência, há uma boa chance de errarmos.
      Bom, a minha mente é péssima com geometria. Quem sabe tu tens o dom? :)

      Excluir
    4. kkk pura verdade Paulo!!!
      Paulo esse corpo de tele é especial.. pois a RDC guitars fez ela com o fundo em thinline e o tampo normal,, asim näo dá pra ver ue ela tem cavidades.. porém estou com uma probleminha pra blindar a parte do control plate... por ser profundo a cavidade acustica näo vou conseguir passar totalmente a fita de cobre.... vc tme alguma dica pra isso? sabendo que ela vai ter um little 59 na ponte e um 59 rails no braço.. será que há necessidade de blindar ela inteira? vlw abraço

      Excluir
    5. A única coisa que tenho com blindagem total é um baixo jazzbass Fender...

      Excluir
  53. Paulo, ressuscitando o post aqui mas, como acompanho o blog sei que te incomodam as perguntas "offtopic" então achei por bem perguntar aqui mesmo.
    To querendo montar uma tele com um corpo da RDC, so que a furação da ponte é vintage, e eu penso em colocar uma dessas gotoh gostaria que você explicassemelhor esse processo aí, quando falas dos três pontos de fixação, falas do captador ou da ponte mesmo? É necessário fazer outra furação para colocar a os parafusos da ponte moderna? Ou só pra passagem das cordas? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo, acho que o adriano pode fazer também a furação moderna, não? Já perguntaste pra ele? Mas as melhores pontes - sejam as clássicas com 3 saddles, da Fender, Wilkinson, etc. ou as Gotoh com saddles individuais, têm o padrão vintage. Todas as Gotoh que vi até agora têm o padrão vintage de furação (fixação da ponte e furos das cordas). A posição do captador não muda nunca. O que varia sempre são os furos de passagem das cordas (o maior problema) e os pontos de fixação da ponte.

      Excluir
  54. Olá o meu nome é Sue Helen eu gostei muito da guitarra, é linda demais... Mas quero saber qual é o valor do preço dela á vista e a da prestação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://guitarra99.blogspot.com.br/2014/05/faq-003-orientacoes-para-perguntas.html

      Excluir
  55. Eu queria ganhar uma Guitarra dessa de presente de aniversário meu aniversário foi no dia 08/01/2016 queria tanto ganhar uma Guitarra Telecaster de presente de aniversário, mais os meus pais não tem condições de me darem uma dessa e é muito caro.... E quero ganhar uma Guitarra Telecaster que encaixa com todos os estilos de músicas sertanejas como Leandro e Leonardo Daniel João Paulo e Daniel Chitãozinho e Xororó Zezé Di Camargo e Luciano Eduardo Costa etc
    Se eu ganhasse uma Guitarra Telecaster dessa pode ser qualquer cor: Preta Branca Vermelha etc eu ficaria muito feliz de verdade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://guitarra99.blogspot.com.br/2014/05/faq-003-orientacoes-para-perguntas.html

      Excluir
  56. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  57. Desculpa se estiver sendo repetitivo mas é q tenho uma dúvida e não consigo achar resposta em lugar alguma. Estou com a oportunidade de comprar uma squier affinity butterscotch. Vi que o corpo é em Alder e o braço em maple. Você saberia dizer se esse informação realmente procede? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, alder e maple, porém não são madeiras muito selecionadas, então podes pegar uma que soe bem e outra nem tanto. O corpo das affinity é cerca de meio centímetro mais fino que o padrão, os captadores são cerâmicos e o acabamento dos trastes geralmente é meia boca. É uma guitarra que precisa ser tunada pra ficar legal, então considere um gasto adicional de uns 300-600 reais...

      Excluir

Antes de perguntar, faça uma pesquisa no campo "Pesquisar nesse blog".